Bandeira do Ceará

Loja Maçônica Cavalheiros Spartanos N.º 85

Bandeira do Brasil

Fundada em 07 de Setembro de 1935

Minha Loja Mãe

 

 

 

Rua Santa Rosa N.º 346 - Bairro Socorro

Juazeiro do Norte - Ceará - Brasil

Reuniões às quintas-feira - 19:30 horas

R.E.A.A.

 

Grande Loja Maçônica do Estado Ceará

Av. Imperador N° 145 - Centro

CEP 60015-051

Fortaleza - Ceará - Brasil

 

História da Loja

 

Fachada da Loja

 

Entre 1925 e 1930 chegava a Juazeiro do Norte, um jovem de olhos firmes e feição séria, que vinha da capital da Paraíba, João Pessoa, onde trabalhava e estudava. Veio naturalmente atendendo o chamado de seu pai que exercia o cargo de Coletor Federal.
Este jovem chamava-se José Fausto Guimarães, que trazia em sua bagagem o segredo da Arte Real adquirido na Loja Maçônica Branca Dias da obediência do Grande Oriente do Brasil.

Cauteloso, observador e consciente da filosofia maçônica, não transpareceu a ninguém que era um Pedreiro Livre. Seu pai logo tratou de apresentá-lo a Sociedade Juazeirense, e numa dessas visitas o jovem José Fausto conheceu os comerciantes Modesto Costa e Alfeu Alboim, únicos maçons residentes em Juazeiro do Norte.

Em pouco tempo José Fausto foi convidado pelo Padre Cícero para ser seu secretário particular, pois na época o caldeirão político e religioso estava fervendo em todo o País, e o Padre Cícero era consultado nas decisões políticas do Estado e do País. Por esta razão, mantinha um secretário com o qual dialogava constantemente, tomando conhecimento das notícias dos jornais, ficando a par de todos os acontecimentos.

 

Numa dessas conversas alongadas e informal, o Padre Cícero sentiu nas idéias políticas, sociais e filantrópicas do seu secretário, que o mesmo era conhecedor de uma filosofia milenar que só a maçonaria pregava. O padre inteligentemente alongou mais a conversa e deixou claro que não era contra a Maçonaria, mas no momento fazia certas restrições, e não gostaria que naquele momento a Maçonaria fixasse ou se desenvolvesse em Juazeiro do Norte.

 

José Fausto entendeu a mensagem e em seguida convidou Modesto Costa e Alfeu Alboim, que já vinham com o ideal de fundar uma Loja Maçônica comunicando o fato. Desse encontro ficou acertado que a idéia ficaria adormecida e passaram de imediato a Fundação da Loja na vizinha cidade do Crato, onde também já existiam alguns Maçons, entre eles o representante das máquinas Singer o Sr. José Barbosa da Costa Filho, que freqüentava as Lojas de Fortaleza com certa freqüência, em função do seu comércio.

 

As articulações foram rápidas e precisas, poucos dias depois, José Barbosa foi a Fortaleza e expôs ao líder Maçônico José Ramos Torres de Melo, delegado no Ceará do Grande Oriente do Brasil, o desejo dos Maçons de Juazeiro e Crato, e no final do ano de 1933, chegava ao Crato uma comitiva capitaneada por Torres de Melo e em reunião histórica fundaram um Triângulo Maçônico que logo depois se transformou na Loja Deus e Amor, primeira Loja do Sul do Ceará, sob os auspícios o Grande Oriente do Brasil.


No dia 20 de julho de 1934 a cidade de Juazeiro acorda chorando pela morte do seu fundador e líder espiritual, o Padre Cícero Romão Batista. Naquela época, seus adversários, achavam que também morreria junta a cidade de Juazeiro com seu fanatismo religioso. E ao contrário os maus profetas, a cidade começou a receber romeiros, e se transformou dia após dia, no que é hoje.
No ano seguinte (1935) no mês de março, Juazeiro recebe a visita do Delegado do Grão-Mestre Ir. Torres de Melo, onde fez uma reunião com representantes do Crato e de Fortaleza que o acompanhavam.
 

Nesta oportunidade o Ir. Torres de Melo fez um comentário falando da necessidade de se fazer no Ceará um Grão-Mestrado do Grande Oriente do Brasil, mas para isto precisaria que no Ceará funcionasse 20 Lojas Maçônicas, e propôs a fundação de uma Loja em Juazeiro, que já contava com os Maçons: José Fausto Guimarães, Modesto Costa, Alfeu Alboim, Antônio Mariano, José Landim, Emídio Cabral, Ladislau de Arruda Campos e Lauro Cabral, iniciados na Loja Deus e Amor na vizinha Cidade do Crato.

 

O compromisso assumido com o Padre Cícero já não existia em virtude de seu falecimento, e foi neste momento escolhido o dia 7 de Setembro de 1935 a Fundação da Loja Maçônica Cavalheiros Spartanos, também sob os auspícios do Grande Oriente do Brasil, praticante do Rito Escocês Antigo e Aceito.


A solenidade foi dirigida pelo Delegado Ir. Torres de Melo, que na mesma noite fez várias iniciações, e esclarecendo aos Maçons presentes, que mesmo com a Fundação da Cavalheiros Spartanos não era possível instalar o Grão-Mestrado no Ceará, pois o número de Lojas ainda não era suficientes. O problema foi levantado e fundaram mais duas Lojas nesta mesma reunião, uma em Crato e outra em Juazeiro.
 

No Crato fundaram a Renascença do Cariri e em Juazeiro a Loja Evolução Nordestina que decorridos um mês, ou seja, no dia 8 de outubro de 1935 nasciam para aumentar a família Maçônica Caririense e Cearense com a criação do Grão-Mestrado. Neste mesmo ano era fundada a Loja Deus, Caridade e Família em Missão Velha.

 

A Loja Cavalheiros Spartanos Nº 85, teve como seus Veneráveis os Irmãos Modesto Costa, Propércio de Castro Nogueira, Antônio Fernandes Coimbra, Antônio Araújo da Silva, todos de saudosa memória, e os seguintes: Luiz Gonzaga Pereira, José Marques da Silva, João Batista de Menezes Barbosa, Cesínio Luiz de Brito, Abinadabe Bezerra, Francisco Alberto Bezerra, Diógenes Gondim da Luz, Cícero Roberto de Melo Vitorino, Airton Feitosa, Francisco Brandão Araújo, José Ferreira Gonçalves e Everiano Ribeiro da Silva, atual Venerável Mestre.


Nossa Loja fundou o 1º grupo de Lowtons do interior do Ceará "Grupo de Lowtons Irmão Walter de Menezes Barbosa", o Bethel Juazeiro Nº 003 da Ordem Internacional das Filhas de Jó e já aprovada a instalação do Convento da Cavalaria Vale do Cariri da Ordem DeMolay, para o ano de 2003. É mantenedora da Fundação Antônio Fernandes Coimbra e patrocina uma Escola denominada Projeto São Francisco.

 

Pesquisadores:
João Carlos Rodrigues de Menezes - MM & João Batista de Menezes Barbosa - MM

 

Fotografias

 

Fundadores

Ex-Veneráveis

Grão-Mestre atual

Maçom mais antigo

Ocidente da Loja

Oriente da Loja

 

Primeira Diretoria